É já no sábado, dia 18 de Janeiro, às 18h, na fnac do Norte Shopping. Só mesmo o lançamento do meu livro para me levar a um centro comercial 😀Terei comigo a querida Francisca (Miss Kale) que apresentará o livro e fará uma breve introdução. A Francisca estudou enfermagem e desde 2010 estuda medicina natural e holística e também Homeopatia. Foi também pelos seus próprios problemas de saúde que a Francisca descobriu o poder que a alimentação, um estilo de vida saudável e a medicina natural têm na nossa saúde. Confesso que por aquilo que a Francisca partilhou comigo vai ser espectacular! Estou super ansiosa 😊Vou contar-vos minha história, como surgiu a ideia de escrever o livro e o processo de escrita do mesmo e como tem sido a minha vida nestes últimos anos a divulgar este estilo de vida. Prometo partilhar muitas situações engraçadas que foram acontecendo ao longo destes anos. Vai ser tão...
Viver mais devagar não passa apenas pela nossa vida pessoal. Não é apenas reduzir o consumo, passar menos tempo nas redes sociais e mais conectado com aquilo que verdadeiramente importa, não é apenas saborear a refeição sem nenhum outro estímulo, não é só estar verdadeiramente presente numa conversa e em qualquer outro lugar.É também... trabalhar menos. Escrevo este post para mim, também. Preciso de me relembrar disto todos os dias! Se foi fácil chegar ao burnout e à depressão num trabalho com o qual não me identificava, com um trabalho que adoro é só virar a esquina... Tenho que ser polícia de mim própria diariamente!Não me despedi do meu trabalho, para trabalhar as mesmas 8 ou 12h por dia mas agora num trabalho que adoro. Despedi-me porque quero viver de acordo com aquilo em que acredito e acima de tudo porque quero ter saúde, quero sentir-me bem. Não quero voltar a sentir que o trabalho...
A velha máxima que continua a fazer sentido mas que é cada vez mais difícil.A vida muda, nós também. Os desafios aumentam.Por mais que saibas de cor aquilo que é essencial para ti, tu mudas, o que está à tua volta também… Então como identificar o essencial, ainda assim?Pergunto-me sempre se consigo viver sem. Defino desafios para mim própria (1 mês sem isto ou sem aquilo). Pergunto-me o tipo de materiais, onde foi produzido, para onde irá no final do seu ciclo de vida.Pergunto-me tantas vezes se acrescenta alguma coisa à minha vida. Se está alinhado com os meus valores. O que diz a minha intuição?Parecem ser muitas perguntas, mas a leveza que sinto quando faço e possuo apenas aquilo que está alinhado comigo, não tem preço. Ganho tempo, qualidade de vida e felicidade. E claro, poupo dinheiro, o que por sua vez me permite trabalhar menos horas.Infelizmente, não é uma fórmula mágica, dá trabalho,...
“Compramos coisas que não precisamos, com dinheiro que não temos, para impressionarmos pessoas de quem não gostamos” Repito esta frase vezes sem conta nos meus workshops. Rimo-nos sempre, mas todos sabemos que é a mais pura das verdades!A nossa sociedade vive do consumo e ainda tanto de aparências! Infelizmente o “parecer”, o “ter” e o “fazer” continuam a prevalecer em relação ao “ser”.Tudo isto representa impactos gigantes no planeta Terra e nos seus recursos limitados, mas também em quem somos e nas relações que temos.Vamos começar Dezembro a focarmo-nos mais no ser? Na nossa essência?Se não gostarmos do que virmos, podemos sempre melhorar!
Por aqui, a árvore foi feita com livros e com umas luzes que vou usando todo o ano (pois adoro luzinhas!).A estrela deste ano é muito especial, foi feita pelos alunos da Escola Secundária de Albergaria, com restos de uma garrafa de plástico. Foi-me oferecida quando lá estive a fazer uma palestra sobre desperdício zero.Sempre adorei o Natal e é isso mesmo que quero continuar a sentir, por isso, vou focar-me na parte boa: os sorrisos, as luzes, as decorações, o calor humano, a família e os amigos. O guia para um natal desperdício zero está disponível gratuitamente, desde o ano passado, aqui. Um feliz Dezembro para todos 💚💚🎄🎄❤️❤️
MENOS filas de trânsitoMENOS filas para pagarMENOS tempo perdido a escolher ou a comprar onlineMENOS preocupações sobre se pagaste o valor justoMAIS tempo livreMAIS felicidadeMAIS dinheiro100% poupança! Dá vontade de rir, mas é verdade!Na maior parte das vezes, esquecemo-nos de tudo o que o simples acto de comprar algo envolve… já para não falar no fim de ciclo daquilo que compramos: se pode ser reparado, onde vamos reparar, que tipo de resíduo representa e onde pode ser colocado… enfim, mil e uma questões com as quais temos que lidar apenas pelo acto de COMPRAR!O consumismo tem um impacto gigante no nosso planeta! Enquanto continuarmos a consumir desta forma, inúmeros recursos continuam a ser gastos de uma forma absolutamente maluca.O planeta não aguenta! E nós também não!Por isso neste dia (e no resto do ano): ✔️Recusa ✔️Reduz ✔️Reutiliza ✔️Adquire algo em 2a mão É tão simples!
Irei realizar dois workshops em Lisboa, na Organii, no Lx Factory, no próximo dia 7 de Setembro, sábado. Há desconto para quem se inscrever nos dois. Começamos com um workshop sobre desperdício zero, onde irei partilhar o meu estilo de vida e as estratégias que vou colocando em prática e que me permitem produzir o mínimo de lixo possível. Vamos fazer também algumas receitas de detergentes. Será partilhado um workbook com todas as receitas para que possam fazer em casa. Todos os conteúdos aqui. Inscrições através do e-mail: anagoslowly@gmail.com À tarde falamos de minimalismo, este estilo de vida que tanto me apaixona e que já faz parte da minha vida desde 2011. A vida vai mudando e temos que fazer imensas adaptações, mas quando conseguimos viver de forma mais simples tudo parece mais fácil. Todos os conteúdos aqui. Inscrições através do e-mail: anagoslowly@gmail.com
Felizmente fala-se cada vez mais das questões ambientais e isso é tão bom. Por isso, as solicitações têm sido imensas! Deste lado, tento sempre respeitar o meu tempo e viver devagar, mas nem sempre é fácil. É um exercício diário, em que temos mesmo que estabelecer os nossos limites e segui-los, por mais que nos custe.Aqui fica um resumo dos próximos eventos :) No próximo sábado, pelas 15:30 estarei na escola de Yoga: Fly studio Porto.Darei uma aula de Calm Yoga que se adapta quer a alunos que estão a iniciar a sua prática ou que nunca praticaram mesmo e a alunos avançados. Vamos sobretudo fazer um trabalho focado na nossa mente. A aula tem a duração de uma hora.Às 16:30 vou falar de zero waste e partilhar as grandes mudanças que fui fazendo na minha vida e que me permitem ter um estilo de vida mais simples e sustentável. Podem ir aos 2 eventos,...
Mais do que usarmos objectos sustentáveis é preciso reduzir o consumo. Colocar um travão neste consumo desenfreado que a nossa sociedade criou. Todos os dias surgem novas necessidades. Parece que precisamos de tudo para sermos felizes: o creme, o carro, o perfume, a casa, o smoothie verde e muito muito mais. Hoje em dia com a consciência ambiental a crescer diariamente surgem também novos produtos. O que não é necessariamente mau. Há produtos que efectivamente precisamos de substituir. Então já que o temos que fazer, optemos por alternativas mais sustentáveis. O grande problema é mesmo comprar por comprar. Porque mesmo comprando algo sustentável, ao comprarmos, estamos a exigir novos recursos, maior produção. Por sua vez, quando compramos algo, temos que pensar no tempo que gastamos a escolher esse novo produto, o tempo de manutenção (limpar, lavar, arrumar), tempo e dinheiro para consertar e no final da vida útil do produto saber como iremos descartar, ou...
Acredito que o Natal é uma época para estarmos com aqueles que verdadeiramente importam, a recordar as velhas memórias e a construir novas tradições. Aquilo que oferecemos uns aos outros na verdade pouco importa, o que verdadeiramente interessa é o tempo que dedicamos uns aos outros. Afinal as memórias estão em nós e não nos objectos! Num tempo de correria, em que nem paramos para pensar, numa era de aquecimento global, em que os recursos do planeta Terra se estão a esgotar, urge viver um natal mais simples, consciente e sustentável. Por isso aqui fica o meu guia para um Natal mais sustentável (desde os presentes, passando pela decoração, embrulhos e alimentação). Irei aproveitar a próxima semana para me desconectar do mundo, parar, descansar muito e reflectir sobre este ano que passou (cheio de mudanças!). Feliz Natal e muito obrigada por continuares desse lado! Este guia é o meu presente de Natal para ti!