On my way to zero waste #1

Inicio hoje uma nova rubrica no blog onde pretendo documentar a minha caminhada em direcção a uma vida com menos lixo.

Sempre tive a preocupação de produzir pouco lixo e reciclar tudo o que fosse possível. Ainda assim, de cada vez que vou às compras e depois quando levo os sacos para a reciclagem sinto que preciso de reduzir muito mais! 
Hoje em dia tudo está embalado (muitas vezes em várias embalagens) e por mais que opte pelas embalagens maiores isso não me parece suficiente.
Tenho andado a ler muito sobre o assunto e foi com muita pena minha que não pude estar presente na palestra dada pela Bea Johnson dia 8 de Julho na Maria Granel.
Sou uma fã e comecei há pouco a ler o livro da Bea: 
Zero Waste Home
Uma vida zero waste anda de mãos dadas com o minimalismo e não poderia estar mais de acordo com a Bea:
“De repente descobrimos o verdadeiro sentido da vida, porque a vida não deve ser baseada em coisas mas sim em relações, em experiências, em atividades. Essa é a vida que descobrimos ao vivermos com simplicidade. É uma vida baseada em ser em vez de ter”.
Leiam aqui toda a entrevista: 
A Bea apresenta-nos as regras dos 5 Rs que servem de guia a este estilo de vida:

Refuse what you do not need, Reduce what you do need, Reuse what you consume, Recycle what you cannot Refuse, Reduce or Reuse, and Rot (Compost) the rest.
Traduzindo…
  • Refuse – Recusar aquilo que não necessitamos
  • Reduce – Reduzir o que necessitamos
  • Reuse – Reutilizar aquilo que consumimos
  • Recycle – Reciclar aquilo que não conseguimos recusar, reduzir ou reutilizar
  • Rot – Fazer compostagem

Então por onde começar?
  • Fazer uma lista (tinha que ser!) com tudo aquilo que compramos que produz lixo (usei como base a lista de compras) e acrescentei mais alguns itens (como publicidade, correio, roupa, etc)
  • À frente de cada item coloquei estratégias sobre o que posso fazer: comprar a granel, fazer em casa, comprar embalagens maiores, recusar, comprar em 2ª mão… Coloquei ainda uma outra coluna com acções necessárias, como arranjar/comprar frascos de vidro/caixas/sacos em tecido.
Para além de protegermos o nosso planeta ainda poupamos imenso tempo, pois se pensarmos bem gasta-se imenso tempo a retirar tudo das embalagens, a colocar no lixo e depois a levar tudo para a reciclagem. Para além disso, ao aceitarmos publicidade e freebies na rua e em congressos/eventos teremos que perder tempo a organizar esses materiais ou simplesmente a colocá-los para reciclar…
Mais do que reciclar é preciso reduzir! Desta forma, demonstramos que não estamos interessados em coisas grátis nem em publicidade. 
No próximo post mostro como ficou a minha despensa (quase sem sacos) e partilho a minha lista.
Quem me acompanha nesta aventura?
  • Bem-vindos ao Ana, Go Slowly!

    Aqui cabe tudo aquilo que nos leva em direcção a uma vida mais simples, sustentável e feliz: minimalismo, slow living, desperdício zero, hábitos saudáveis, yoga, meditação e muito mais.

    Ana Milhazes
    Autora • Socióloga • Coach • Activista • Instrutora de Yoga •
    Fundadora do Lixo Zero Portugal

    Subscreve o Ana, Go Slowly

    Inspira-te com os meus conteúdos sobre Minimalismo, Desperdício Zero e Slow Living

    Recebe gratuitamente conteúdos exclusivos e novidades em primeira mão

    O meu Livro

  • Temas