Hidratar a pele de forma minimalista

Aqui o “minimalista” significa duas coisas: de forma simples e ecológica.
Deixei de usar cremes de há uns tempos para cá (com a excepção do protector solar). A verdade é que faço alergia a quase tudo (tenho eczema – mas só tinha crises constantes em criança) e um produto que agora até pode não fazer alergia, amanhã já faz. Além disso, há alturas em que a pele faz reacções enormes, quando por exemplo está muito seca, depois de um banho mais longo. Nessas alturas, não podia colocar nada na pele pois tudo o que colocava fazia-me mesmo muito mal. 
Para além destas crises que vou tendo (principalmente no rosto), passei a ter ainda mais cuidado com o que uso na minha pele, sobretudo desde que me tornei vegana.
Através da Rita descobri o óleo de amêndoas doces e comecei a usar, não só no esfoliante que é óptimo mas também como hidratante. Só que mesmo depois do banho, descobri que o óleo de amêndoas doces não era o ideal, pelo menos para o rosto. Foi aí que descobri o óleo de côco! Posso dizer-vos que é fantástico e não me provoca qualquer reacção. Uso em todo o corpo mas sobretudo na cara, que é onde uso todos os dias.

Pode parecer estranho ler que além de usos culinários pode ser usado no cabelo e pele, mas é mesmo verdade. E aliás para cozinhar é óptimo, porque tem um cheiro a côco extremamente agradável, portanto não precisam de se preocupar com o cheiro a fritos.

Quando o compramos não está no frio e por isso na primeira utilização é mais fácil de usar, é só esfregar um bocadinho nas mãos e espalhar na zona pretendida. Como depois de aberto tem que ser guardado no frigorífico, fica um pouco mais duro, aí por vezes uso uma colher para me ajudar a tirar um pedacinho e depois tenho que esfregar um pouco mais entre as duas mãos. Depois é só aplicar e já está.
No cabelo nunca experimentei, se algum dia o fizer coloco aqui. Li algures que torna o cabelo mais forte e brilhante, por isso qualquer dia testo a receita.
Pode-se comprar em qualquer loja de produtos naturais.

Deixo aqui mais algumas utilizações deste poderoso ingrediente.

  • Bem-vindos ao Ana, Go Slowly!

    Aqui cabe tudo aquilo que nos leva em direcção a uma vida mais simples, sustentável e feliz: minimalismo, slow living, desperdício zero, hábitos saudáveis, yoga, meditação e muito mais.

    Ana Milhazes
    Autora • Socióloga • Coach • Activista • Instrutora de Yoga •
    Fundadora do Lixo Zero Portugal

    Subscreve o Ana, Go Slowly

    Inspira-te com os meus conteúdos sobre Minimalismo, Desperdício Zero e Slow Living

    Recebe gratuitamente conteúdos exclusivos e novidades em primeira mão

    O meu Livro

  • Temas